CONTATO

FALE COM A GENTE

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form

HOMENAGEM

Chico Liberato (BA)

DIA 26, ÀS 19H  -  Cinema do Dragão (ENCERRAMENTO)

O baiano Chico Liberato é um dos pioneiros do cinema da animação no Brasil, tendo no currículo 12 curtas-metragens e dois longas, sempre rebuscando tradições regionais para contar histórias comoventes. Seu primeiro longa, “Boi Aruá” (1983), foi o quinto de animação do país e o primeiro do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Como prêmios, o filme recebeu da UNESCO o selo "Referência de Valores Culturais para a Infância e Juventude", Menção Honrosa do I Fest Rio e do Centro Internacional da Infância e Juventude em Moscou - Rússia. Dele, o I Anima Ceará exibirá “Ritos de Passagem” (2014), seu segundo longa-metragem de animação. O filme fala sobre a realidade sociocultural da vida áspera do sertão ao reunir Santo e Guerreiro, icônicos personagens nordestinos, numa jornada pelas memórias de suas vidas na Terra. O longa passou pelos festivais de Havana, Festival do Rio, Festival Internacional de Lisboa, entre outros. “Boi Aruá” e “Ritos de Passagem” integram o livro comemorativa dos 100 Anos da Animação Brasileira, bem como a Mostra Comemorativa organizada pelo Ministério das Relações Exteriores. A obra de Chico Liberato é considerada a expressão genuína da cultura brasileira.

EXIBIÇÃO ESPECIAL

Ritos de Passagem

Chico Liberato 1’38” - 2012

Ritos de Passagem  fala do Santo e do Guerreiro, símbolos de justiça e liberdade na cultura nordestina e sua luta pela afirmacao do seu povo. Enquanto deixam os vivos na Barca de Caronte, perante o Anjo e o Demo, rememoram: o Guerreiro, as andanças com o bando no sertão sem lei; o Santo, a peleja para construir uma vida libertaria e farta. Vivos no imaginario do contexto socio-cultural em que viveram, inspiram a expressao popular no cordel escrito e cantado pelos atos de bravura e solidariedade.